Skip to content

6 meses e o tempo que passa

August 2, 2012
by

O que você fez nos últimos 6 meses? O que mudou na sua vida? O que você aprendeu e quais coisas novas descobriu?

Não é difícil encontrarmos 6 meses nas nossas vidas onde nada, ou muito pouco, mudou. Eu e o Flavio sentimos isso bastante quando voltamos de uma temporada morando fora (em épocas diferentes, ele na Austrália e eu na Holanda). Foram alguns meses da nossa vida em que vivemos intensamente e descobrimos um mundo de coisas e pessoas novas. Ao voltar, percebemos que no ponto de partida tudo seguia no mesmo ritmo e as pessoas estavam fazendo exatamente aquilo que faziam quando partimos.

A sensação de mudar de mundo, de ritmo, de rotina, de expandir os horizontes e saber que um pouco mais além tem alguma coisa nova a descobrir sempre nos atraiu. Acho que é justamente por isso que recebemos muito bem os primeiros 6 meses de Montreal, com todas as dores e as delícias de ser um imigrante recém chegado.

Depois de 6 meses, temos nossa vidinha e uma rotina. Temos casa, comida e roupa lavada e vivemos muito bem sem diarista e vale-refeição. Somos super agradecidos por ter emprego e reclamamos deles várias vezes por semana, porque trabalho é trabalho. Temos nossas bicicletas e não queremos saber de carro tão cedo. Já resolvemos quase todas as burocracias canadenses e quebequenses, apesar de penar para entender como certas coisas funcionam aqui. Já conhecemos a cidade bem o suficiente para não se sentir perdido o tempo todo, só de vez em quando. Estamos sobrevivendo a uma vida trilíngue sem grandes problemas. Enfim, tudo vai bem e dentro do esperado! :-)

Nesse começo de vida nova, a gente vive tudo com uma intensidade louca e difícil de explicar. De tanto que já fizemos e aprendemos e mudamos, podemos dizer que 6 meses é muito tempo e sem dúvida não somos mais as mesmas pessoas que desembarcaram em Montréal naquela manhã de céu azul e muito frio no final de janeiro. Mas, ao mesmo tempo, tudo passou tão rápido e ainda nos sentimos tão novos e com tanto a aprender, que parece que foi ontem…

E para não perder o costume, as fotos do mês para registrar o que a gente tem feito por aqui:

Inline image 1

Ahh, os festivais…

Inline image 9

Vive le Jazz!

Inline image 3

Vélo toujours <3

Inline image 4

Levei os pepinos do trabalho para casa – literalmente! ;-)

Inline image 20

Sexta feira à tarde no meu escritório :-)

Inline image 10

Novo projeto no trabalho (um dia escrevo um post sobre isso)

Inline image 5

Noites de verão na varanda…

Inline image 6

Déjeuner québecois na varanda…

Inline image 7

Jantarzin de verão… na varanda! (Já falei que adoramos nossa varanda?)

Inline image 8

Lobster roll, comida de rua no Vieux Port

Inline image 11

Ahh, o St. Laurent…

Inline image 12

O Tietê de Montreal

Inline image 21

E os bike-nics continuam…

Inline image 22

Até embaixo d’água!

Inline image 14
Pedalando com os novos amigos quebecas

Inline image 13

E Montreal também tem praia… ou quase!

Inline image 19

Praia do Parc National D’Oka

Inline image 15

Nosso vizinho dos fundos :-)

Inline image 18

Ele de novo, livre e feliz depois da operação-resgate para sair de dentro do container de lixo

Inline image 16

Descobrindo novos sabores: pamonha vietnamita comprada no mercado chinês

Inline image 17

Nova decoração da sala

Mês que vem tem mais! :-)

Advertisements
15 Comments leave one →
  1. August 2, 2012 23:45

    É muito e pouco ao mesmo tempo! E a nossa lua de mel com Montreal continua! :)

  2. sui permalink
    August 3, 2012 02:47

    Tudo muito lindo…fico feliz de ver vcs tao bem ! Hum esse lobster roll deve ser uma delicia,esse pamonha vietnamita lembra o chines so que e aberto e tb deve ser bom !
    Qquer dia ainda vou comer ai…Bjos

    • August 3, 2012 08:49

      Sui, você precisa passar 1 mês aqui para poder experimentar toda a variedade de comidas de todos os paises que a gente encontra por aqui!

  3. August 3, 2012 06:38

    Nossa, 6 meses é bastante coisa sim rssss Acho que a diferença talvez seja a pesrpectiva de tempo que temos e que as vezes pode não coincidir com a medida utilizada globalmente rssss
    Como sempre as fotinhos ficaram demais!
    Bjs.,
    Neila

    PS: adorei a parte do “sobrevivemos sem diarista e sem vale-refeição” ahahahaha Vai ser dureza me acostumar a cozinhar mais e fazer estilo congelados para facilitar a vida rssss…

    • August 3, 2012 08:48

      Neila, tenho certeza que você vai virar a rainha da marmita assim como eu! :-P

  4. thomas permalink
    August 3, 2012 08:43

    Oi Faro e Julia, muito bom que continuam curtindo a lua de mel, tanto de vcs como com Montreal. Não tive como não pensar no casamento de vcs quando vi a foto da banda de jazz.
    Por sinal, foi muito marcante para mim, pois naquela data estive abraçado com pessoas que realmente gosto.
    Bjs a vcs e que continuem curtindo.

    • August 3, 2012 08:47

      Thomas, a gente aproveitou bastante o festival de jazz aqui e varias vezes lembramos de você e do nosso casamento. Pena que nao vimos nenhum grupo com washboard aqui, por isso a gente ainda gosta mais da sua banda! :-)

  5. August 3, 2012 09:08

    Que lindo! Adorei o texto!
    Realmente quando se viaja seis meses contem um turbilhão de novidades, experiencias, aprendizados. Quando se fica por aqui nem sempre as coisas mudam de ritmo…

    e, claro, otimas fotos.

  6. August 3, 2012 09:58

    Curti mto o blog de vcs…
    Eu e minha esposas estamos no provincial ainda, porem por ser prioritario acredito que nao deve demorar mtoo não…

    mas é isso ai… passa la no blog.. http://www.diarioimigrante.com

    parabens pelo blog

  7. August 3, 2012 10:26

    Estamos por aqui sempre com saudades e ao mesmo tempo muito felizes com a felicidade de vocês.
    Abração!!!!

  8. August 3, 2012 10:43

    Júlia, ça va bien? Não me canso de ler seus posts e admirar essas fotos. E as suas palavras aliviam mto quem está aqui, como nós, apenas alguns passos de poder viver td essa mudança q vc descreveu tão bem. Que sonho! Estava hj mesmo falando com a Lizie q como assumimos q a imigração é um renascimento td o contexto deve estar envolvido. E vejo q vcs conseguiram alcançar esse ponto. Espero q a gente siga o mesmo rumo. Estou feliz por vcs e espero q continuem nessa toada! Grande abraço!

  9. August 3, 2012 14:19

    Essa sensação de viver tanta coisa nova e diferente em tão pouco tempo é realmente halucinante.
    Mas ter uma rotina nova, tão desejada, tão sonhada, tb não fica atrás.
    Vive la vie! :) La nouvelle vie!

  10. August 3, 2012 22:22

    Que fotos!!! Parabéns… são lindas!!! E como disse a Camila, “vive la nouvelle vie”!!!

  11. a caminho permalink
    August 8, 2012 12:16

    Boa tarde Flavio, sei que você trabalha como designer, por acaso vc já ouviu falar do curso formation en design graphique, do collège Salette? ou do design graphique do collège Inter-Dec? ambos me habilitam com um AEC, vc tem alguma referencia sobre eles ou alguma outra sugestao? Desde já lhe agradeço.

    • August 10, 2012 21:17

      Infelizmente não conheço esses cursos. Pra ser sincero, não pesquisei sobre cursos aqui, pois já vim formado. Boa sorte nas suas pesquisas. Abs!

Comente

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: